Google e Youtube estão mais rigorosos em 2018, leia mais:

Google anuncia novas regras para youtubers e canais monetizados.

Antes de qualquer coisa, vale lembrar que hoje é o dia da Internet segura e a Google disponibilizou uma playlist com vídeos que falam sobre como se proteger na Web.

A empresa recomenda hábitos bem básicos que podem melhorar a segurança de todos os usuários na web, como por exemplo, que você use senhas fortes, que sempre bloqueie a tela do computador ou celular após o uso, que deslogue de todas as contas que usou em um computador público e que tenha cuidado extra ao utilizar redes Wifi públicas.

A Google também divulgou dados coletados com 208 educadores brasileiros. O cyberbullying é o tema que mais ocupa a mente dessas pessoas.

O primeiro vídeo da playlist aborda de maneira mais geral sobre segurança na rede. Os youtubers criaram vídeos individuais levantando temas mais específicos, como fotos privadas, perfis falsos, notícias falsas, respeito na web e por aí vai. Você assistir clicando aqui.

E por falar em vídeos e Youtubers, senta que lá vêm REGRAS!

Google e Youtube estão estão mais rigorosos esse ano.

A Google chegou em 2018 igual a Dua Lipa, cheio de New Rules!  As regras para anúncios do YouTube foram implementadas na tentativa de limpar o conteúdo e responder às persistentes reclamações dos anunciantes.  A plataforma agora apresenta critérios mais rigorosos para vídeos que podem gerar dinheiro e instituiu um novo processo de verificação para os “vídeos premium”, oferecidos aos anunciantes.

Essa medida foi tomada após serem encontrados anúncios ao lado de vídeos com conteúdos violentos e racistas, o que levou diversos anunciantes a retirarem suas propagandas.

Mesmo que a Google não divulgue ao público,  o Youtube é o maior website de vídeos do mundo e um de seus negócios de mais rápido crescimento.

Em carta aberta publicada no dia 16/01/2018 Paul Muret, VP de display, vídeo & analytics do Google, reconheceu que o ano de 2017 foi desafiador para e que o principal objetivo agora é “proteger usuários, anunciantes e criadores. Após o boicote inicial, o YouTube entregou aos anunciantes uma série de novos controles para garantir que os anúncios deles não sejam exibidos ao lado de conteúdo ofensivo.

Google e Youtube estão estão mais rigorosos esse ano.

Com essa decisão, foi estabelecido um novo parâmetro para que canais novos integrem o Programa de Parcerias do YouTube.  Assim, a plataforma abrirá publicidades só para canais do YouTube com mais de 1 mil assinantes e pelo menos 4 mil horas de visualização acumuladas ao longo de 12 meses de vídeos postados.

Para os canais já existentes, as regras passam a valer após o dia 20/02/2018. A plataforma alerta que os canais que não cumprirem os requisitos, terão 30 dias para atingir a meta ou podem perder a monetização.

Sobre as reclamações de anunciantes, a empresa se defendeu ressaltando que dependem do serviço para subsistência. Alguns criadores de vídeos relataram quedas de até 80% nas receitas após as restrições mais duras do YouTube.

A Google afirmou que o processo de revisão manual será estabelecido até meados de fevereiro nos EUA e até o fim de março nos demais países.

 

Copyright © 2016 Designlab. Todos os direitos reservados.